Homem assustado com barata em seu hombro: A Metamorfose, Franz Kafka

Leia uma breve resenha sobre o livro mais conhecido do escritor checo Franz Kafka. A obra foi publicada em 1915.

A Metamorfose é a obra mais conhecida do escritor checo Franz Kafka. A novela faz parte das grandes obras da literatura mundial, publicada em 1915.

O protagonista da trama é Gregor Samsa, que trabalhava como vendedor de tecidos, mas um dia algo estranho o impediu de aparecer para trabalhar.

A personagem principal era responsável pelo sustento financeiro de sua família, composta por ele; por sua mãe e pai, Sra. e Sr. Samsa, respectivamente; e por sua irmã mais nova, Grete.

A peça tem um narrador principal, que começa contando que após um “sonho inquieto” Gregor acorda e se dá conta de que se transformou em inseto; isto é, ele havia sofrido uma “metamorfose”. O desenvolvimento da obra nos mostrará o que acontece com Samsa nesta nova condição em que teve que viver.

O curioso é que Gregor, que era visto como a salvação de sua família, porque era ele quem os sustentava – e também tinha assumido uma dívida do pai – agora seja considerado um problema para eles.

No decorrer da trama, encontramos uma mudança na atitude dos outros personagens em relação a Gregor. Sua irmã Grete, por exemplo, vai se afastando, aos poucos, do irmão e ela, que o alimentava no início, também vai deixando-o abandonado. Por outro lado, Gregor, gradualmente, vai deixando de se manifestar e parece aceitar seu destino.

É possível relacionar a história a algo que também é muito comum no mundo de hoje: a mercantilização e objetificação da pessoa. Samsa parecia ser alguém muito importante para sua família ao mesmo tempo em que contribuía financeiramente para ela, mas quando precisava de mais ajuda de seus entes queridos, não foi tratado da mesma forma.

A história termina com a morte trágica de Gregor, que ocorre no momento em que seus parentes decidem considerar que o inseto com o qual convivem há muito tempo não é, na realidade, seu filho e irmão.

Porém, a primeira desumanização pela qual Gregor passou foi muito antes disso, e ocorreu da mesma forma que ele vivia: dedicar-se ao trabalho, entregando-se integralmente ao bem de sua família e não pensando em si mesmo.

Pode-se concluir que o livro escrito por Kafka nos apresenta, de forma fantástica, o que também acontece com muitas pessoas que não são mais valorizadas pelo que é mais importante para elas: ser pessoa; e passaram a ser considerados apenas pelo que produzem. Alguma coincidência entre A Metamorfose e os nossos dias?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *